Páginas

Sunday, August 14, 2011

Bhagavad Gita 8: 6 Akshara-Brahma Yoga; The yoga of the Imperihable Brahman , O Yoga do Imperecível Brahman



yam yam vã 'pi smaran bhavãm
tyajaty ante kevalam
tam tam evai 'ti kaunteya
sadã tadbhãvavitah

O Son of Kunti ( Arjuna) ! If one leaves the body at the end ( death) wile thinking of a particular state of being, one attains that alone, being ever absorbed in that thought. (6)
Oh Filho de Kunti (Arjuna)! Se alguém deixa o corpo no final (morte), enquanto o pensamento  está em um determinado estado do ser, alcança-se  por si só, estando sempre absorto  naquele pensamento. (6)


The astral body regulates the physical body. A peaceful loving thought can make one's body and life full of peace and divinity.
O corpo astral regula o corpo físico. Um pensamento pacífico e amoroso pode fazer o corpo ea vida cheia de paz e divindade.

The thought of God can bring goodness to one's life.
O  pensamento em Deus pode trazer bondade para a vida de alguem.

It is the duty of every person to perceive the power of God in every thought.
É o dever de toda pessoa a perceber o poder de Deus em cada pensamento.

An average person breathes 21.600 times a day. The Lord causes this breathing day and night, and during every breath the seeker must love Him.

Uma pessoa respira  em média 21,600 vezes por dia. O Senhor causa este dia e noite  de respiração , e durante cada respiração o buscador deve amá-Lo.



The seeker who is aware of the indwelling Self during every breath becomes the Self.
O buscador que está ciente do Self interior durante cada respiração torna-se  o Self.

To most people , death is painful, but for those who perceive death in every exhalation, there is no fear for death. For them, the present and future life is God -oriented and divine.
Para a maioria das pessoas, a morte é dolorosa, mas para aqueles que percebem a morte em cada expiração, não há medo da morte. Para eles, a vida presente e futura é Orientada por Deus e divina.
jai guru jai guru jai guru jai

No comments:

Post a Comment