Páginas

Sunday, December 13, 2009

Capítulo I "A Yoga da desilusão ou Arjuna Vishada" v 16 ( continuação)

Bhagavad Gita, à luz de Kriya Yoga (Paramahamsa Hariharananda Giri)

Prefácio de Sadguru Sri Paramahamsa Prajnanananda Giri
Capítulo I "A Yoga da desilusão ou Arjuna Vishada" V16 ( continuação)


Anantavidiaya ( Infinita Vitória) é o nome deste búzio , o búzio do rei Yudhishthira.

O quarto Om emitido pelo búzio do Rei Yudhisthira é aquele que passamos a ouvir de modo initerrupto Quando estamos seguindo fielmente e com devoção as instrucoes do nosso Sadguru ou daqueles, aos Quais Ele dá sua Dakshna. (Parampara  graça da suscessão discipular).

Kunti, Antes de seu casamento com Pandu, secretamente fez amor com o deus do Sol (Surya), E ela deu à luz um outro filho, Karna.



Kunti estava recitando santo mantra  SuryaNamaskar, e ela tinha aprendido com deus do sol. Ela rinha tanta devoção que ficou grávida dele . No entanto, Surya, sendo um deus, foi capaz de deixar Kunti uma virgem, mesmo depois de ela ter dado à luz Karna, o guerreiro de ouro . Karna foi colocado em um cesto, e deixado de flutuando em um rio nas proximidades. Kunti não queria que sua reputação não fosse arruinada. No entanto, humilde carroceiro e seu cavalo  encontraram  o bebê, e criou  Karna como seu próprio filho.

Mãe natural de tres dos cinco Pandavas e quem criou os 5 , representa  Atenção no centro da alma e  concentração da energia dos chacras Manipura, Anahata e Vishuda.


Os Pandavas. Pandu pede Kunti usam seu mantra para invocar os deuses e obter filhos. Porque os juízes Yama as almas dos mortos, um de seus títulos é Dharma-Raja, ou Rei Dharma.  Kunti e Dharma (Yama) têm um filho :Yudhisthira. Em seguida, ela convoca Vayu, O deus do vento, e dá à luz Bhima. Em seguida, ela convoca Indra e dá à luz Arjuna, então usa mantra Kunti para convocar os deuses gêmeos, o Aswins, E dá à luz os gêmeos Nakula e Sahadeva. Finalmente, Pandu pode já não resiste e faz amor com sua esposa Madri. Ele morre, e ela se junta a ele na morte. Após a morte de seu marido, Kunti leva os cinco meninos para Hastinapura (que significa " Cidade dos elefantes "). Os cinco filhos de Pandu são chamados os Pandavas. Os filhos de Dhritarashtra são referidos como os Kauravas, Ou os "descendentes de Kuru" ( Kuru foi um antepassado distante de Pandu e Dhritarashtra, mas o termo "Kauravas" é geralmente usado para se referir exclusivamente aos filhos dos Dhritarashtra).


Krishna e seu irmão Balarama estão presentes no Swayamvara e oferecem suas felicitações aos Pandavas para a vitória de Arjuna. Krishna, um avatar do deus Vishnu, Diz a Arjuna que ele se lembra de suas vidas passadas juntos, mas não se lembra de Arjuna. Dhrishtadyumna vem tomar os Pandavas com Kunti e Draupadi ao palácio Drupada's. Draupadi casa com todos os cinco irmãos Pandava.
Arjuna se apaixona pela irmã de Krishna Subhadra e com o incentivo de Krishna, ele a leva para ser sua esposa.


Pandu tinha uma maldição, se ele tivesse união carnal com sua segunda esposa morreria. Teve os tres primeiros filhos com Kunti: Yudistira o sábio, Bihma o forte, e Arjuna o qualificado. No entanto, a segunda esposa de Pandu Madrim tem emprestado mantra Kunti e ela dá à luz gêmeos, dos deuses Nakula e Sahadewa.

Assim, os cinco Pandavas, O meio-irmãos, e os cem Kauravas eram primos.
 Filho de Kunti e Dharma Muito calmamente luta contra o  mal . Sua força está no  centro da garganta 5º chackra  onde a sabedoria se manifesta, o elemento de vácuo cria o poder de  dar a outra face ao inimigo.

Dharma:

O Senhor Krishana no Mahabharatha:

"ity dharma Dhaaranaad aahur dharmena vidhrtaah prajaah, Yat sanyuktam dhaarana syaad sa iti nishchayah Dharma"

 "Dharma defende tanto os assuntos deste mundo e do outro mundo" (MBH 12.110.11).


O seguinte verso do Rig-Veda é um exemplo onde "rta" é  mencionada:

"Indra, levam-nos no caminho de"rta",  no caminho certo sobre todos os males. "(RV 10.133.6)
Upanishads:

" Em verdade, o que é Dharma é a verdade.

Por isso, eles dizem que de um homem que fala a verdade: "Ele fala do Dharma",

ou de um homem que fala do Dharma ", ele fala a verdade."

Na verdade, essas duas coisas são as mesmas".

(BRH. Upanishad, 1.4.14) (2)



4. Udana Vayu - É uma força específica que expele ar, com exalação relacionado, Discurso e Produção de som. "Udana" é "aquele que carrega para cima." Rege uma região da garganta e cabeça, E especificamente está sentado na garganta. O Quando o udana está desequilibrado, o discurso ´e incoerente os  pensamentos desconexos ,a fala fica desarticulada, auto-expressão e emoções reprimidas . Eter, espaço ou vácuo está relacionado 5 º chakcra ou Chacra da Garganta, Chakra Vishuddha. Essa energia se move entre este eo chacra Chacra superior O chakra Ajna ou terceiro olho.





Adharma segundo Budha:

querer ser louvado;não querer ser criticado; querer ganhar; não querer perder; querer ser feliz; não quere ser infeliz; querer ser famoso; não querer ser infame ou ignorado.

 Para participar da batalha  em  Kurukshetra, os degraus para a evolução em espiral da espiritualidade, com sabedoria  Dharmakshatra deve ser a nossa metas, junto com o Rei Yudhishthira temos que entoar o buzio ou o som de OM invocando a Sabedoria a Verdade e a Infinita e Eterna Vitória de Deus Supremo.


Humildade, mansidão, paciência e resignação,  sinceridade, ética , instrução, retidão, estudo e pesquisa,  são qualidades do Ser Sábio.No épico hindu Mahabharata, Nakula o filho de Pandu, rei e rainha Madri. Ele e seu irmão gêmeo Sahadeva são a imagem dos Deuses Ashwini ( Surya, o deus do sol, e sua consorte  Sangya, teve filhos gêmeos. Seus nomes foram Ashwini e Rebant.  Nakula  um dos cinco Pandavas, cuja história é contada no Mahabharata - o mais jovem dos dois.


Segundo o èpico , os gêmeos têm capacidade de falar com os animais. Nakula é descrito como extremamente justo e atraente.


Está relacionado ao segundo chacra , o chacra da família ou sexual que deve ter um bom som, afinado, com harmonia, ritmo beleza e prazer.





O Om do búzio de Nakula ( o bom som ) Sughosa invoca a retidão, lealdade, respeito ao sexo sagrado, honestidade, sinceridade sem perder a atratividade da vida em família e sexual. A Mãe Divina em todas as suas formas : Sem perder o desejo e o prazer de dar a vida a todas as formas de vida física.



 O Om do 5º búzio é de Sahadeva está relacionado ao Mudhahara chacra ou o 1º chacra, relacionado ao elemento terra e ao dinheiro e todas as riquezas vegetais, minerais e geológicas necessárias para a manutenção da vida.; Seu búzio o Manipurashpaka "O som de zumbido de abelhas" na meditação no chacra raiz. 






Jai Gurudev!

1 comment: