Páginas

Sunday, November 29, 2009

Reflexões sobre o Baghavad Gita na prática da Kriya Yoga



Se nós nos permitirmos ser as crianças de Deus, o Baghavad Gita é nossa Mãe Divina







O Senhor Krishna é o Guru que só enxergamos se tivermos atentos à batalha da vida e tivermos uma postura humilde de entrega do Arjuna , que até o final dos 18 capítulos se auto-realiza em Deus com a entrega da sua vida de modo incondicional à Ele com os ensinamentos do seu Guru ou Mestre.
Como todo o aspirante espiritual Arjuna se deixa levar pelas emoções contraditórias  e perde a noção de certo ou errado, mas ele é uma boa pessoa todos nós estamos sujeitos às ilusões sejam elas físicas  emocionais ou intelectuais.




Guruji I bow to you
I bow to God, Divine Mother and all gurus in your divine lotus's feet!

I can list your voice in my astral and causal body:


he prabho ãnanda data jnãna hamako dijiye,


síghra sare durgonoko dura hamase kijiye.


Lijiye hamako saraname hama sadãcãri bane,


Brahmacãri dharma rakshka vira vratadhari bane,


Prema se hama gurujano ki nitya hi seva kare.


Nindã kisiki hama kisise bhula karabhi na kare,


Divya jivan ho hamãra tere yása gãyã kare



Segundo o Baba Hariharananda, podermos refletir sobre o Bagavad Gita de modos diferentes assim como temos relacionamentos diferentes com nossas mães:

 Se formos filhos apenas no sentido físico e material o Gita terá um sentido literal, pode não ser interessante.

Se formos filhos ingratos e ignorantes o Gita terá um sentido histórico e servirá para analisarmos os aspectos histórico contextuais da era em que foi compilado pelo Grande Sábio Viasya.

Se formos filhos verdadeiramente vamos descobrir as verdades sutis que se encontram nesta Escritura Hindu, que segundo Lahiri Mahasaya, Baba Hariharananda,  o Amoroso e Divino Guruji Paramahamsa Prajnãnananda é a base da nossa evolução na prática de Kriya Yoga.

Cada Capítulo detalha qual deve ser nossa postura na batalha da vida, nossa atitude com nosso Guru e seus Discipulos autorizados a nos ensinar e refletir todas as nossas ações, percepções, nossa respiração, nossas emoções e pensamentos para eliminarmos a nossa ignorância que está nas entranhas do nosso corpo físico e astral, e com a Divina Graça do Guru e de Deus Absoluto atingirmos a auto-realização espiritual. Sem ela qualquer forma de realização pelo dinheiro, sexo, vitalidade, arte ou ciência política ou religião é vazia de sentido, pois não contém a essência da Verdade e Espiritualidade.








Quando somos realizados espiritualmente todas as outras formas de realização recebem a energia divina e assim passam a ser as realizações de Deus, passamos a ser intrumentos divinos, discípulos do nosso Mestre e crianças de Deus.


Vamos Praticar sinceramente as técnicas de Kriya Yoga sempre, a cada atividade, percepção, emoção, ou pensamento com atenção na respiração e na fontanela.
Vamos deixar que os Mestres revelem a beleza divina que existe em cada um de nós. Nós precisamos ser lapidados, purificados até sermos crianças amorosas entregues ao amor divino.

Eni Ma

1 comment:

  1. Divino os ensinamentos de krishna e os comentários do baba são divinos como eu sou grato a deus por ele ter me enchaminhado a mestres tão grandes

    paz e luz

    Jai guru

    ReplyDelete